E Campel
O amor incondicional na visão do iluminismo poético
Textos
O homem de ouro
Recordando os velhos tempos...
Da terra de muito apogeu...
Da cátedra de maor encanto...
Pelos portifólios coloridos...

Da cor do mar azul que mais sorriu!

Pelo valor mais renomado...
Estava a grande verdade da vida...
Um homem de ouro de grande valor...
Na paz que se acordou e se vestiu...

É ele de novo... tudo novamente...

Pelo canto mais fidalgo da vez...
Pra dizer tudo afinal do outro dia...
Do passado que não esqueceu...
Da beleza da cor do destino...

Como querer explicar tudo afinal...

No arremesso da vida na Terra,
Pela mão que mais se estima.
Tem o ouro da vida eterna,
Pela mente da voz que ilumina.
E Campel
Enviado por E Campel em 21/01/2010
Alterado em 22/01/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras